sábado, 11 de janeiro de 2014

ELA - (Yohana SanFer)


Ela quer carregar o mundo. Nos braços, nas costas, no bolso, no coração. Não importa o peso, ela aceita o desafio. Tem pressa, tem sede, mil ideias e ideais. Faz planos, mas, impulsiva, fica na expectativa do "grand finale" e se atrapalha. Ainda assim, ela continua. Tropeça, aprende e recomeça. Ela quer conhecimento, horizontes e motivos pra sorrir. Mais dias no calendário, mais noites e madrugadas e mais de vinte e quatro horas, só pra variar. Ela é uma, mil em uma e não tem sono no fim do dia. Mas às cinco, a tortura, ela tem sono pra acordar. Arruma e desarruma armários, a vida, o pensamento. Rabisca e guarda papéis, paga contas, revê fotos, amigos e filmes preferidos. Ouve e sente boa música, aumenta com prazer o som e quando é injustiçada, ela desaba e perde o tom. Se mostra mulher, se vê menina e quer pintar o quarto de lilás. Ela já teve mais pique, mas mesmo cansada persiste. Aposta no que há de vir e não desiste da correria. E ela corre... contra o tempo. Do tédio e da solidão. Cozinha quando tem fome, inventa receitas inéditas, tem preguiça aos domingos, pinta as unhas de vermelho, aprende um novo idioma, compra e lê um velho livro, sonha e busca um novo rumo, abraça muitos, briga com meio mundo e escreve sobre o amor."
(Yohana SanFer)

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Um Pouco de mim


Um pouquinho de mim:

Quem me conhece de VERDADE, sabe exatamente do que eu gosto, de como eu gosto, e do que eu não gosto, mas quem me ama de VERDADE sabe exatamente respeitar essa diferença e me aceitar do jeito que eu sou.

A vida me deixou muitas cicatrizes, poucas pessoas conhecem elas de verdade, então saibam respeitar o meu silêncio, e o meu modo de ser.

Não é porque tenho um sorriso estampado no rosto que tudo são flores, dentro de mim os sentimentos explodem a todo momento, carrego coisas nas minhas costas que ninguém aguentaria, sonhos, medos, traumas, e mais sonhos, não os destruam.


Sinto saudades do que eu nem mesmo sei, do que eu não vivi, e de todas as pessoas por quem passei.

Tenho mil defeitos, não queiram conhecer todos eles, porque nem eu mesmo os conheço.

Foi a vida quem me lapidou, foram os erros, as quedas, os acertos, que me fizeram ser o que sou.

Liane Abud

domingo, 30 de setembro de 2012

Sonhos

Desistir de alguns sonhos não é fracassar é mudar de visão.
Como dizem:A gente sempre prefere ir pelo caminho mais fácil,
 mas nem sempre ele te leva a algum lugar.

Liane Abud

 

sábado, 29 de setembro de 2012

A Vida Quis Assim - Oswaldo Montenegro


Me fale das andanças ex amor
Dos melhores momentos que passou
Me fale que vou te falar dos meus
Eu tenho todo tempo pra ouvir
Os melhores momentos que eu vivi
São todos que passei ao lado teu.

Mas se você quiser não vou lembrar,
Pra não te constranger
Me ver chorar
A gente fala então do que virá
Eu tenho toda vida pela frente
E vou viver da forma mais urgente

Quem sabe um dia eu pare de te amar.
E mesmo que isso possa acontecer
Eu vou sentir saudade de você
Que culpa pode ter o coração
Que pena que a vida quis assim
Você viver feliz longe de mim
A dor rindo da minha solidão...

Se alguém vier pedir o meu conselho
A gente não aprende no espelho
A gente vive e sofre pra aprender
Cada amor é tanto e diferente
A vida insiste em dar esse presente
Comece o dia amando mais você!

E mesmo que isso possa acontecer e
Eu vou sentir saudade de você
Que culpa pode ter o coração
Que pena que a vida quis assim
Você viver feliz longe de mim
A dor rindo da minha solidão

Se alguém vier pedir o meu conselho
A gente não aprende no espelho
A gente vive e sofre pra aprender
E cada amor é tanto e diferente
A vida insiste em dar esse presente
Comece o dia amando mais você!

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Pra Ser Feliz - Oswaldo Montenegro


Não da pra olhar pra trás
Pro que foi, pro que quis
Mas não foi possível
Pra ser feliz
Não da pra consertar
Já quebrou, já partiu
Foi o tempo e o seu véu
Pra ser feliz
O sol inunda a nova estrada
E alguém vai te encontrar
Pra ser feliz
A noite vira madrugada
E a chuva vira mar
Pra ser feliz
Não dá pra retornar
Reaver, segurar
O que foi bonito
Pra ser feliz
O mundo vai girar
E você vai gritar
O que não foi dito
Pra ser feliz
A tua cara vai ser nova
E os olhos vão mudar
Pra ser feliz
Não tem que haver nenhuma prova
Valeu e valerá 

domingo, 23 de setembro de 2012

Vida...


A vida as vezes me frustra de uma tal maneira q perco o chão, coisas que não se tem, pessoas que se vão, a sensação tão ruim dos nãos, as incertezas dos sins e a idiotice de precisar dos outros p ser feliz.

Depois leio tudo isso e caio na real, que o que importa é a cabeça no travesseiro e lembrar que um dia tudo tem uma explicação. Que desesperos nunca levaram ninguém a lugar algum, e que o que é pra ser, ah sim o que é pra ser com certeza será!

Liane Abud

terça-feira, 11 de setembro de 2012

terça-feira, 19 de junho de 2012

Amo essa frase, e é assim mesmo...


Cada um arca com as consequências do seu modo de ser, das suas opiniões e do seu caráter.... 


Orgulho do que sou, do que penso e do que faço do meu mundo... Pois apesar de sempre me magoar e me decepcionar com as pessoas, é preferível tudo isso do que eu ser o ofensor!!!!!!!!

A vida sempre segue só vamos medindo e trocando as importâncias de lugares....



Liane Abud


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

SOMEONE LIKE YOU -Adele tradução

Negrito

Alguém Como Você

Eu ouvi que você se estabeleceu
Que você encontrou uma garota e você está casado agora
Eu ouvi que seus sonhos se tornaram realidade
Acho que ela lhe deu coisas que não dei a você

Velho amigo
Por que você está tão tímido?
Não é como se você tivesse que se conter
Ou se esconder da luz

Eu odeio aparecer de repente sem ser convidada
Mas eu não pude ficar longe, não consegui evitar
Eu tinha esperança de que você veria meu rosto e que você se lembraria
De que pra mim, não acabou

Não se preocupe, eu vou encontrar alguém como você
Não desejo nada além do melhor para você, também
Não se esqueça de mim, eu imploro, me lembro que você dizia:
Às vezes o amor dura
Mas, às vezes, fere em vez disso
Às vezes o amor dura,
Mas, às vezes, fere em vez disso, iei

Você saberia como o tempo voa
Somente ontem foi o tempo das nossas vidas
Nós nascemos e fomos criados numa neblina de verão
Unidos pela surpresa dos nossos dias de glória

Eu odeio aparecer de repente sem ser convidada
Mas eu não pude ficar longe, não consegui evitar
Eu tinha esperança de que você veria meu rosto e que você se lembraria
De que pra mim não acabou

Não se preocupe, eu vou encontrar alguém como você
Não desejo nada além do melhor para você, também
Não se esqueça de mim, eu imploro, me lembro que você dizia:
Às vezes o amor dura,
Mas, às vezes, fere em vez disso, yeah

Nada se compara, não se preocupe ou se importe
Lamentações e erros são produtos da memória
Quem poderia ter adivinhado o gosto agridoce que isso teria?

Não se preocupe, eu vou encontrar alguém como você
Não desejo nada além do melhor para você
Não se esqueça de mim, eu imploro, me lembro que você dizia:
Às vezes o amor dura
Mas, às vezes, fere em vez disso

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Sem medo de ser feliz

Não tenho culpa se meus dias têm sido completamente coloridos e os outros cismam em querer borrar as cores.
Não tenho culpa se meu sorriso é de verdade e acontece por motivos bobos, mas bem especiais.

Não tenho culpa se meus passos são firmes.

Não sou perfeita... Eu tropeço e caio de vez em quando, aliás, eu caio muito.

Meus olhos... Tem brilhado bem diferente ultimamente. E brilham diferente a cada dia... e começo a me preocupar... pois tenho medo da velocidade dessas alterações...

E no meu mundo mais lindo e completo não consigo entender a existência de algumas pessoas.


Mas o mundo aqui não é dos mais justos mesmo... Compreendo.
Mas mesmo assim, eu tenho bastante lápis de cor... e empresto pra quem quiser colorir um pouco a vida.

Mas por favor... Não tentem borrar a minha... vão perder tempo....




DEIXA EU BRINCAR DE SER FELIZ